Artigos

Vendedor vende tudo?

Um dos grandes baratos da publicidade é você conseguir convencer o consumidor de que um produto ou marca vale a pena de ser comprado ou consumido. Por isso, todo publicitário é um vendedor. Usa um pouco de arte, um tanto de entretenimento, grandes pitadas de emoção – sempre para convencer alguém a comprar alguma coisa ou alguma ideia.

Mas, apesar de todo talento, nem tudo pode ser vendido. É preciso acreditar no que se está dizendo, transmitir a verdade para conseguir convencer o outro de que aquilo é bom.

Essa verdade surge do entendimento profundo de quais são as necessidades do consumidor, suas dores e desejos e ter a visão clara de como atender tudo isso.

Eu atendi uma marca renomada de máquinas fotográficas que sempre teve como foco as pessoas apaixonadas por fotografia. Ao assumir a conta, logo de cara, nós (eu e minha equipe) dissemos claramente: vocês não vendem fotos. Vocês vendem a eternização dos momentos inesquecíveis da vida. Essa simples mudança de ponto de vista e a integração de todas as ações da empresa ao redor desse posicionamento alavancou as vendas e levou a marca a conquistar 46% de market share.

Foi preciso ter sensibilidade para ler as pessoas e entender as emoções que as fotos despertam para se chegar a esse insight. E isso começou com a nossa leitura própria – do que as fotos representam para mim e minha equipe. Além, é claro, de acreditar na proposta e na qualidade do produto.

O publicitário tem que ter essa visão. Precisa olhar o produto, ver a verdade da marca, da empresa e a conexão possível com as pessoas. A partir disso, cria-se a ponte com o consumidor. Tem que despertar as paixões de cada ser humano, achar as “muletas” emocionais, os discursos que confortam e alegram o consumidor.  Essa é o grande “T” dessa profissão.

Quando o produto ou marca desperta uma conexão também no profissional, fica ainda mais fácil de vender a ideia, porque você a transmite com a mesma verdade e paixão com que é impactado. Em outras palavras: em seu trabalho, o publicitário também deve se portar como consumidor.

Porque se não funciona com você, não vai funcionar com o outro.

Disponível em: https://www.linkedin.com/pulse/vendedor-vende-tudo-mario-d-andrea?trk=public_profile_article_view

Foto de spemone no Pexels